Atendimento: (11) 3477-1003 ou 99901-3932
Facebook Twitter Youtube Whatsapp
Bariloche
Localizada junto à Cordilheira dos Andes, rodeada por lagos (Nahuel Huapi, Gutiérrez, Mascardi) e montanhas, como o Cerro Tronador, o Cerro Catedral (movimentada estação de esqui) e o Cerro López, Bariloche encanta cm o clima inóspito dos picos gelados, que se dão a conhecer por meio de teleféricos, trenós, pistas de esqui, motos e calçados especiais para caminhadas.

Além das montanhas onde se podem praticar esqui e "snowboard" (Cerros Catedral e Tronador) destacam-se o Parque Nacional Nahuel Huapi, a travessia dos lagos andinos até o Chile, a Isla Victoria (no lago Nahuel Huapi), a região de El Bolsón (ao sul da cidade), a Colonia Suiza (em meio a bosques, na qual se situa um museu que conta a imigração suíça para a região) e os percursos turísticos chamados Circuito Chico e Circuito Grande, com paradas em vários pontos de onde se têm vistas panorâmicas dos bosques e montanhas ao redor da cidade. Seu comércio voltado para o turismo é principalmente de artigos de lã, couro e chocolates. Para os interessados em turismo de aventura, há opções de "rafting", cavalgadas, "parapente" e ciclismo de montanha.

A face invernal é apenas a mais divulgada, não a única. Na primavera e verão a natureza vai trocando de cor aos poucos: se impõem o azul do céu e o verde das árvores, refletidos em águas cristalinas, em contraste com picos ainda brancos de neve. Caminhadas nos parques, na comprida avenida Bustillo e expedições de barco ficam mais aprazíveis. O rafting nas corredeiras do Rio Manso permite o choque térmico do mergulho em água gelada sob o sol fortíssimo, em meio a paredões de verde profundo.