Guatemala

ruinas

A República da Guatemala é um país da América Central, localizado entre o Oceano Pacífico e o Mar do Caribe. A Guatemala tem cerca de 13 milhões de habitantes, grande parte dela pertence a 21 grupos que têm preservado as tradições culturais Maias herdadas dos seus antepassados.

Quase dois terços do país são formados por montanhas e vulcões. Paralelo ao Pacífico encontra-se a Sierra Madre, com picos que se elevam a 12.000 pés. 33 vulcões dominam a paisagem, e estes, juntamente com as florestas tropicais ao norte, as planícies férteis ao sul e ao leste, os belos lagos e rios maravilhosos, faz da Guatemala uma terra de contrastes variados.

Nesta rica variedade de contrastes, é necessário acrescentar um fator importante que contribui para a beleza do país: sua riqueza de tradições, cores e padrões impressionantes de tecido Maya, conhecido por seu design exuberante e complexo e cores do pano. Cada grupo ou cidade tem o seu traje especial natal.

A Guatemala tem uma forte influência dos maias e dos colonizadores espanhóis. Nas cidades, a influência européia (principalmente alemã) é muito evidente. A maioria das roupas e alimentos ainda são feitas da maneira tradicional em pequenas aldeias maias nas montanhas. Ao longo da costa do Caribe, há influências da cultura africana em canções, danças, alimentação e cerimônias religiosas. Esta diversidade de história e beleza natural da terra criou um destino rico em lugares interessantes e pitorescos.

– Cidade da Guatemala
La Nueva Guatemala de la Asunción é o nome da capital da República, centro de negócios, religioso e cultural. Esta metrópole, apresenta um quadro de contrastes entre as misturas de arquitetura colonial com prédios modernos, com seus museus e monumentos históricos, oferece aos visitantes uma experiência única.

– Antiga Guatemala
A 1.530 metros de altitude e rodeada pelos vulcões Água, Acatenango, e Fuego, a antiga capital da Guatemala é uma jóia colonial e foi declarada pela UNESCO um patrimônio da humanidade. Fundada em 1543 por Don Pedro de Alvarado, foi construída e reconstruída inúmeras vezes por causa dos terremotos que acontecem regularmente no vale. Dezenas de edifícios coloniais restaram como mostra desse passado glorioso. Por toda a cidade foram construídas conventos, igrejas e palácios que mostram a sutileza da arquitetura colonial. O convento de Santa Catalina, inaugurado em 1613, era o menor dos 11 conventos existentes e não havia sido terminado em 1647. A igreja de La Merces é obra dos irmãos mercedarios, que foram os primeiros a instalar-se naquela época depois da conquista. O convento de Capuchinas é o último convento construído na Antigua e ocupado unicamente por vinte oito professos. Além desses citados outras muitas construções coloniais de destaque dão a cidade esse ambiente antigo fazendo com que possamos recordar uma Espanha que já não existe mais.

– Tikal
Existem algumas informações que Tikal esteve habitado no período pré-clássico (900 a 600 a.C.), tendo seu apogeu entre 550 a 950 d. C. A cidade se encontra em pleno centro do mundo maya entre a costa de Campeche e de Belize, o que explica seu desenvolvimento. Suas construções são mais elevadas que os mayas construíram, só comparáveis com mirantes. Os monumentos principais estão ao redor de la grand plaza, onde tem numerosos grupos de edifícios espalhados pela mata unido pelos atalhos e amplas avenidas. Merece destacar a presença de grupos de pirâmides gêmeas que compreendem 2 com altar e palácios independentes que rodeiam a praça e tem caráter comemorativo.

– Totonicapán
É considerado um dos balneários mais atraentes no país, porque as suas aldeias preservam as belas construções religiosas e civis juntamente com seus habitantes tradicionais. Ancestrais ritos religiosos ainda são executados e a produção de arte e artesanato ocupam um lugar privilegiado na economia interna de seus habitantes. Nos arredores da cidade é o tanque da fonte de Dragons, e pia do século XIX, que é usada ainda hoje.

– Quetzaltenango – Xela
Bela cidade nas montanhas, localizada em um grande vale cercado por montanhas e vulcões. Quetzaltenango preserva as tradições ancestrais da linhagem Maya-Quiché, combinando a vida passada e a dinâmica colonial moderna. É atualmente considerada como a segunda maior cidade pelo tamanho, atividade industrial, comercial e cultural.

– Chichicastenango
Também chamado Siguán Tinamit, o que significa que pessoas de ravinas, sendo cercado por eles. Suas principais atrações são as Abaj Pascual, colinas onde eles adoram o mundo de Deus, um Deus de pedra. Entre as danças folclóricas que são apresentadas podem ser citadas a dança do “La Conquista”, “El Torito”, “The Deer”, “Mexicano”, “Flying Suit” e “Tzijolaj”.
Esta cidade é um dos pontos turísticos mais visitados, especialmente os estrangeiros que procuram observar o dia do mercado colorido.

– Iximché – Guatemala Tecpán
Situada num planalto da Serra Madre, é caracterizada por terrenos acidentados, desfiladeiros profundos, belos vales e extensas planícies. Antiga capital dos Cakchiquesles, com quem Pedro de Alvarado se aliou parra derrotar os exércitos Quiché em sua conquista a Guatemala. Os restos da cidade é visitado atualmente e corresponde ao centro cerimonial do que foi uma cidade. Existe evidencias de que era realizado sacrifícios humano já que se conserva uma pedra de sacrifícios sobre a qual se arrancava o coração das vitimas. Neste lugar Alvarado levantou seu 1º assentamento estável na Guatemala, depois de enganar seus aliados Cakchiqueles. Por razões de segurança não demorou a se mudar para o pé do vulcão Água, bem perto da atual velha Guatemala.

– Lago Atitlan
Considerado um dos mais belos do mundo pelo famoso escritor Aldous Huxley. O lago é de 144 km. Três vulcões espetaculares: Toliman, Atitlan e San Pedro, formam o cenário natural do lago. Possui uma área de 125 km quadrados e está localizado a 1.560 metros acima do nível do mar. O lago complementa a sua beleza com as estradas panorâmicas, praias, aldeias costeiras, montanhas e vulcões. O lago oferece excelentes oportunidades para desenvolver a pesca esportiva, vela, caiaque, vôo livre, esqui aquático e visitas às aldeias maias da região.

– Pueblo Tzutuhil de Santiago Atitlán
O termo Tzutuhil significa ” flor das nações”. A capital dessa “nação” é Santiago Atitlán, um pequeno povo que foi, e é, um dos centros de resistência indígena contra a dominação branca. É um importantíssimo lugar de culto religioso na qual se pode encontrar diversas crenças religiosas da Guatemala: católica, evangélica e costumbrista. Uma das mais fortes religião indigena o costumbrista, que é um sincretismo maya-católico tem como divindade Maximón cuja cofradia está em Santiago. Os idosos desse lugar contam que Maximon, nome que mescla o Deus maya Mam com o santo San Simóm, viveu com nessa vila a muito tempo e ele cuidava das mulheres enquanto os homens trabalhavam. Misteriosamente algumas mulheres apareceram grávidas sem que seus maridos estivessem presentes, por esse motivo Maximon foi acusado e submetido a torturas, entre elas contaram seus pés. Após sua morte ele começou a ser venerado com fama de adultério. Hoje em dia as pessoas fazem pedidos a ele relacionados ao sexo, dinheiro e álcool. O viajante que o visitar devera oferecer cigarros, dinheiro e álcool que os mesmos cofrades vendem em sua capela.

– Panajachel
Seu nome completo é San Francisco Panajachel, é uma aldeia pré-colombiana de origem Cakchiquel. Sentada ao lado do rio do mesmo nome e às margens do lago Atitlan, foi a cena da batalha final entre os espanhóis e seus aliados contra Tzujiles Cakchiquel e assento de missionários franciscanos que fundaram um convento. Atualmente, a aldeia está localizada em meio a plantações de café, jardins e hortas. É o centro mais importante da área, porque concentram a maioria dos hotéis, restaurantes, discotecas, salas de jogos e lojas. É ideal para compra de artesanatos.

– Zunil
Localizada às margens do Salama, com suas casas de adobe e telhados rasgado, cujo tamanho contrasta com as montanhas que a cercam e para o vulcão de Santa Maria. O seu povo é altamente atraente com trajes feitos de formas pré-hispânicas, com cores vivas e desenhos que representam objetos em seu ambiente. Na praça central fica a igreja colonial, famosa pela sua fachada esculpida em prata. Esta é uma das poucas cidades onde Maximón ou São Simão, representado por uma figura com cara de boneca, é venerado em cerimônias.

– Huehuetenango
Está localizada a 266 km da Cidade da Guatemala. O centro de atividades é a praça central, cercada pela cidade, a igreja colonial e vários prédios em estilo neoclássico. Terra de altas montanhas e paisagens de beleza deslumbrante. Foi habitada desde tempos antigos por diferentes grupos indígenas.

A melhor época para visitar a Guatemala é de novembro a abril, quando o clima fica extremamente agradável e seco. A época de chuvas é de maio a outubro.

BRASILEIROS: são aceitos somente Passaporte (validade mínima de 6 meses).

ESTRANGEIROS: é necessário RNE original e Passaporte. Importante verificar se o país de destino exige visto de seu país natal.

MENORES de 18 anos – autorização por autenticidade* de pai e mãe, com firma reconhecida em 3 vias (para menores viajando sem a presença do pai e da mãe, acompanhados por terceiros maiores e capazes). A mesma regra aplica quando acompanhados por apenas um dos pais, autorização por autenticidade* do genitor que não viajará.

* Firma reconhecida por autenticidade: significa que ambos os pais devem comparecer pessoalmente ao cartório para providenciarem o documento de autorização.
**O novo passaporte brasileiro (cor azul) não registra s filiação do viajante (não consta os nomes dos pais). Por isso, os menores de idade, viajando ou não acompanhados dos pais, além do passaporte válido, também deverão apresentar no check in, o RG ou Certidão de Nascimento original. Isso é necessário para confirmar a paternidade do menor.

Vacinas

– Devido a pandemia do Covid 19, é exigida a vacina para efeitos de viagens ao exterior. Consulte-nos para maior detalhamento das exigências.

Destaques

Argentina: De Buenos Aires à Patagônia

Buenos Aires, Ushuaia, El Calafate, El Chalten, Península Valdez, Mendoza e muito mais.. roteiros personalizados de acordo com perfil do viajante!

Jalapão Reveillon 2022

Conheça as águas do Jalapão, incríveis cachoeiras opte por um Reveillon diferente!

Carnaval Costa Rica – 2022

Experiência de Viagem à Costa Rica no Carnaval 2022, flora exuberante e natureza plena!

Serra do Cipó Light – Rios, Cachoeiras e Sítios Arqueológicos

Santuário de biodiversidade Serra do Cipó, localizada na Serra do Espinhaço a 100km de Belo Horizonte, vem com a gente!

Rota das Emoções – Lençóis Maranhenses, Delta e Jericoacoara

Impressionante viagem por uma das mais singulares regiões do globo, a Rota das Emoções – Jeri, Delta e Lençóis.

Traduções »