Jordânia

Camelo

A Jordânia está situada no Oriente Médio, limitada ao norte pela Síria, a leste pelo Iraque, a leste e sul pela Arábia Saudita e a oeste pelo Golfo de Aqaba ( Fronteira marítima com o Egito), por Israel e pelo território palestino da Cisjordânia.

Nem só de areia e especiarias vive o turismo da Jordânia. No país que abriga tantos espetáculos da natureza, há ainda espaço para um tipo especial de visitante: os turistas religiosos, embalados pelas inúmeras referências bíblicas que remetem ao território jordaniano. E a história foi generosa: a proximidade de Jerusalém torna inevitável que muitos locais sejam considerados pontos sagrados.

Da inquietante agrestia primeva de Wadi Rum, ao fervilhante centro urbano de Amman, das imponentes ruínas de civilizações perdidas ao esplendor intemporal do Mar Morto, a Jordânia impõe-se como um destino inigualável que proporciona paisagens misteriosas e arrebatadoras, hospedagem de alta qualidade, uma gastronomia intensa e inúmeras atividades que cativam, motivam e rejuvenescem os seus visitantes.

Observação: Créditos da foto cedida pela cliente LPP.

– Betânia
Localizada perto de Amã, na direção do Mar Morto. Na região foi feita a mais importante descoberta religiosa dos últimos tempos: escavações realizadas na década passada desvendaram perto do rio Jordão, ruínas de igrejas que permitiram a um grupo de arqueólogos afirmar que lá seria o berço do Cristianismo. Onde atualmente está montado o Centro de Pesquisa João Batista é possível conhecer o local onde Jesus Cristo teria sido batizado.

– Monte Nebo
Segundo a tradição, Moisés teria avistado a Terra Prometida. Ali também teria sido o local onde ele morreu e foi enterrado. A basílica dali abriga mosaicos da era bizantina encontrados em escavações. Os desenhos mostram cenas de trabalho no campo com animais, muitos dos quais extintos. A partir de uma plataforma situada na frente da igreja, tem-se, ainda, uma vista fascinante do Mar Morto, assim como de todo o Vale do Jordão.

– Petra
Encravada no deserto, a cidade era a antiga capital do povo nabateu há 2000 anos atrás e é considerada uma das jóias da arqueologia. Para se chegar na cidade é necessário passar por um desfiladeiro de 1.2 km, para poder apreciar os edifícios escavados na própria rocha, como o Tesouro, o Monastério e o Local do Sacrifício.

– Jarash
Com origem anterior à chegada dos romanos, é somente sob o domínio desses que se desenvolve, tendo sido um importante porto comercial para as mercadorias que vinham da Índia. As ruínas romanas foram parcialmente reconstruídas, com arcos gigantes, avenidas ladeadas de colunas colossais, anfiteatros e banhos.

– Mabada
Conhecida principalmente por seus magníficos mosaicos da era bizantina, sendo o mais famoso o Mapa de Mabada, com dois milhões de peças que mostra o Nilo, o Mar Morto e Jerusalém. O local está sendo restaurado como um Parque Arqueológico, que inclui as igrejas do século VII da Virgem e a do Profeta Elias, e o Hall do Hipódromo com mosaicos impressionantes.

– Mar Morto
O Mar Morto, ao sul de Amã, que separa a Jordânia de Israel, também é um dos pontos mais visitados. Menos por suas referências bíblicas, mais por suas características únicas. Maior depressão da Terra, ele está a cerca de 400 metros abaixo do nível do mar. Suas águas têm o maior índice de salinidade do mundo, seis vezes mais que um mar normal. Por isso, não há vida que resista (nem peixes ou algas) e é impossível nadar: os banhistas apenas bóiam. Daí o nome Mar Morto. O ideal é se banhar por, no máximo, 20 minutos, e tomar uma ducha de água doce em seguida, para retirar o excesso de sal do corpo.

– Amã
Amã, capital da Jordânia, é uma fascinante cidade de contrastes: uma mistura única do antigo e do novo, idealmente situada numa zona de colinas entre o deserto e o fértil Vale do Jordão.

A melhor época para visitar a Jordânia é na Primavera e no Outono quando as temperaturas são mais amenas (entre 24ºC e 26ºC) e a precipitação é diminuta.

O Verão é quente e seco com as temperaturas a atingirem facilmente os 36ºC.

O Inverno é frio e úmido com ocorrência de precipitação entre Outubro e Março e as temperaturas médias entre os 12ºC e os 18ºC.

BRASILEIROS: são aceitos somente Passaporte (validade mínima de 6 meses).

VISTO DE ENTRADA: Todas as nacionalidades necessitam de visto de entrada, que deverá ser solicitada no Consulado da Jordânia em São Paulo.

ESTRANGEIROS: é necessário RNE original e Passaporte. Importante verificar se o país de destino exige visto de seu país natal.

MENORES de 18 anos – autorização por autenticidade* de pai e mãe, com firma reconhecida em 3 vias (para menores viajando sem a presença do pai e da mãe, acompanhados por terceiros maiores e capazes). A mesma regra aplica quando acompanhados por apenas um dos pais, autorização por autenticidade* do genitor que não viajará.

* Firma reconhecida por autenticidade: significa que ambos os pais devem comparecer pessoalmente ao cartório para providenciarem o documento de autorização.
**O novo passaporte brasileiro (cor azul) não registra s filiação do viajante (não consta os nomes dos pais). Por isso, os menores de idade, viajando ou não acompanhados dos pais, além do passaporte válido, também deverão apresentar no check in, o RG ou Certidão de Nascimento original. Isso é necessário para confirmar a paternidade do menor.

Vacinas

– É obrigatória a apresentação do comprovante internacional de vacinação contra a Febre Amarela (tirada com no mínimo 10 dias antes do embarque).

  • Vacina Covid 19.

Destaques

Argentina: De Buenos Aires à Patagônia

Buenos Aires, Ushuaia, El Calafate, El Chalten, Península Valdez, Mendoza e muito mais.. roteiros personalizados de acordo com perfil do viajante!

Jalapão Reveillon 2022

Conheça as águas do Jalapão, incríveis cachoeiras opte por um Reveillon diferente!

Carnaval Costa Rica – 2022

Experiência de Viagem à Costa Rica no Carnaval 2022, flora exuberante e natureza plena!

Serra do Cipó Light – Rios, Cachoeiras e Sítios Arqueológicos

Santuário de biodiversidade Serra do Cipó, localizada na Serra do Espinhaço a 100km de Belo Horizonte, vem com a gente!

Rota das Emoções – Lençóis Maranhenses, Delta e Jericoacoara

Impressionante viagem por uma das mais singulares regiões do globo, a Rota das Emoções – Jeri, Delta e Lençóis.

Traduções »