Ilhas Maurício

Mar e mata Mauritios

Situada no Índico, a Ilha Maurício integra, juntamente com a Ilha Rodrigues, a República de Maurício, fazendo ambas parte do Arquipélago de Mascarenhas (assim chamado em honra do navegador português). De estrutura vulcânica, possui, apesar da sua dimensão reduzida, uma diversidade assombrosa de paisagens naturais, sendo, no entanto, mais conhecida pelas suas praias.

Rodeada por atol de corais, a Ilha Maurício oferece praias de areias brancas, águas azul-turquesa, uma vegetação magnífica, mas também uma cultura marcada por uma mistura de raças oriundas de várias partes do globo, um povo muito afável e hospitaleiro, que preserva, com orgulho, as suas tradições.

– Grand Bay
Uma das melhores áreas para a vela, windsurf e esqui aquático. A praia de La Cuvette foi renovada recentemente.

– Pereybere
A praia maravilhosa Pereybere é popular por causa de suas instalações de lojas, restaurantes e pubs.

– Belle Mare
Milhas e milhas de praias de areia branca e imaculada da Belle Mare para Douce Trou-dEau.

– Blue Bay
Blue Beach Bay é um dos destinos turísticos mais populares no sudeste da ilha. Um local ideal para windsurf e vela.

– Le Morne & Tamarin
Kilômetros de praias para banho e são muito populares para o surf.

– Flic en Flac
Praias de areia branca com franjas filaos ou árvores Casuarina.

– Port Louis
É a capital. Situada no Noroeste da ilha, emoldurada pelas montanhas Moka, a cidade mostra vestígios de três séculos de presença estrangeira, que lhe moldou a arquitetura e a vivência, bem como os costumes dos habitantes. De entre os locais a visitar destaca-se a Praça Sookdeo Bissoondoyal e o Museu da Cidade. Mas para sentir o pulsar da capital, nada como deambular pelo mercado, em funcionamento desde o século XIX.

– Zona Oeste
Menos turística, mas com belíssimas praias onde os ventos fortes proporcionam momentos únicos aos apreciadores da vela ou do windsurf.

– Zona Sul
Por muitos considerada a zona mais bela pois é possuidora de uma geografia diferenciada. Aqui reina a natureza com os montes e montanhas repletos de verde, parques naturais onde são organizados passeios, observação de pássaros, entre outras atividades.

– Jardim Sir Seewoosagur Ramgoolam
Localizado em Pamplemousses, é também conhecido por Jardim Botânico. Possui mais de 500 espécies de plantas, 80 das quais são palmeiras. Aí encontramos igualmente árvores como o mogno e o ébano, flores de lótus e gigantescos lírios de água, provenientes da Amazônia.

– Maison Eureka
Restaurada e aberta ao público como museu em 1986, foi construída nos anos 30 do século passado, constituindo um dos melhores exemplos da arquitetura colonial do país.

– Tamarind Falls
São setes quedas de água, de acesso difícil, mas vale a pena a sua visita. A deslocação implica uma grande caminhada.

– Ile aux Cerfs (ou Ilha dos Veados)
É uma das mais belas ilhas, graças às suas praias com palmeiras e coqueiros. Para alcançá-la, basta fazer a curta travessia de 10 minutos pela lagoa. Nesta ilha pode-se também praticar diferentes esportes aquáticos e desfrutar o sol e a tranqüilidade. A poucos metros, separada por uma estreita faixa de mar que pode atravessar-se a pé, encontra-se a Ilhota Mangenie, um lugar selvagem, onde reina a liberdade.

– Ilha Rodrigues
Com apenas 18 km de comprimento por 8 km de largura, é comparada por muita gente à Ilha Maurício de 20 anos atrás. As suas encostas estão revestidas por coqueiros e casuarinas, o litoral rodeado por recifes de coral, o mar é cristalino. Estas paisagens convidam a caminhadas, passeios de bicicleta ou à observação de aves que disputam, juntamente com os esportes náuticos, as preferências dos esportistas e amantes da Natureza que visitam à ilha.

– Ruínas de Balaclava
A poucos metros da Baie aux Tortues, podem ser encontradas as ruínas da antiga propriedade Balaclava. Os visitantes poderão ver os paredões, cujas bases iniciais foram estabelecidas pelo Mahé de Labourdonnais.

– O Shivala Triolet
A maior vila da ilha, Triolet oferece uma oportunidade para visitar o maior templo hindu, o Maheswarnath, construído em 1819 em honra dos deuses Shiva, Krishna, Vishnu, Muruga, Brahma e Ganesha.

– Pomares Labourdonnais
Descubra uma grande variedade de árvores de fruto tropical, coloridas e perfumadas flores exóticas. Passeios em bicicletas de montanha ou caminhadas são possíveis.

– Mercado Flacq
Flacq é uma das vilas mais importantes da ilha Maurício. Este ponto de encontro para os habitantes do Oriente apresenta o maior mercado do país ao ar livre. O mercado é extremamente colorido e atrai um grande número de pessoas.

– Parque Aquático Village
Desfrute de momentos inesquecíveis de deslizamento sobre as rampas gigantes, com a família ou amigos.

– Ile aux Cerfs
Ile aux Cerfs é um paraíso para esportes aquáticos e tem a praia mais bonita da ilha. Você não pode perder esta pequena ilha, delicadamente equilibrada no oceano, uma verdadeira pérola na paisagem da Ilha Maurício.

– Ruínas do Holandês
No Grand Port Vieux, ficam as ruínas das fortificações do primeiro Holandês. Os trabalhos de escavação ainda estão em curso, na tentativa de descobrir uma parte importante da história da Ilha Maurício.

– Ile aux Aigrettes
Devido ao notável trabalho realizado pela Wildlife Fund a Maurício, a ilha tornou-se um padrão internacional para a proteção dos recursos naturais e das espécies ameaçadas de extinção. Algumas das mais raras aves do mundo, incluindo o francelho, pode ser visto lá. Você também pode descobrir o pombo-de-rosa extremamente raro, o Green Gecko Phelsuma e a tartaruga gigante de Aldabra.

– Mahebourg
Mahébourg é uma das principais vilas de pescadores na ilha. Construído sobre a magnífica baía do Porto Grande que foi fundado em 1804 pelo francês Martello Torres.

– Torres Martello
Representam a cena da rivalidade antiga entre as antigas potências coloniais e a ingenuidade da humanidade. Eles são um marco na história da ilha, simbolizando o fim da escravidão e o início da imigração indiana.

– Souillac
Uma pequena estância balneária na costa acidentada do distrito de Savanne. Uma característica famosa é o jardim com vista para o mar e nomeado após o Dr. Charles Telfair. Um ponto de vista popular é encontrado no extremo sul da vila, bem no topo da falésia: Gris Gris.

– Chamarel
A estrada leva de Processo vila Noyale às terras coloridas de Chamarel: uma paisagem ondulante de diferentes tons e contrastes de cores. Os diferentes tons de azul, verde, vermelho e amarelo são aparentemente o resultado da erosão das cinzas vulcânicas.

– Casela
Situado no bairro Rivière Noire, o parque estende-se por aves de 25 hectares e contém mais de 140 espécies de aves de todos os cinco continentes. Outras atrações incluem tanques de peixes, tigres, tartarugas, macacos, veados e orquídeas.

– LAventure du Sucre
Visite uma exposição interativa e ultra moderna, situado no coração de um antigo engenho, e descubra a fascinante história de Maurício.

– Black River Gorges
Este parque nacional de 6.574 hectares foi criado em 1994 para a proteção de florestas nativas remanescentes de Maurício. Os visitantes podem desfrutar de magníficas paisagens, com plantas endêmicas e aves raras.

É um destino para visitar em qualquer época do ano.

A temporada mais quente vai de Novembro a Abril, com temperaturas próximas aos 30º C. De finais de Dezembro a finais de Fevereiro existe um risco mínimo de ciclones. A época mais fresca vai de Maio a Outubro. A temperatura da água nunca desce abaixo dos 22º C.

BRASILEIROS: são aceitos somente Passaporte (validade mínima de 6 meses) e 2 páginas em branco.

É exigido o Visto de Entrada, que poderá ser obtido na chegada, para uma permanência de até 90 dias, em viagens a turismo ou negócios.
Aconselha-se passar um fax com os dados pessoais e da viagem para quando o viajante chegar ao departamento de imigração, a sua autorização de entrada já esteja pronta. Entrar em contato com:
• Passport and Immigration Office – line Barracks – Port Louis / Maurícius
Fax:(230) 212.2398/210 9322
Fone: (230) 210 9312 ou 210 9319

ESTRANGEIROS: é necessário RNE original e Passaporte. Importante verificar se o país de destino exige visto de seu país natal.

MENORES de 18 anos – autorização por autenticidade* de pai e mãe, com firma reconhecida em 3 vias (para menores viajando sem a presença do pai e da mãe, acompanhados por terceiros maiores e capazes). A mesma regra aplica quando acompanhados por apenas um dos pais, autorização por autenticidade* do genitor que não viajará.

* Firma reconhecida por autenticidade: significa que ambos os pais devem comparecer pessoalmente ao cartório para providenciarem o documento de autorização.
**O novo passaporte brasileiro (cor azul) não registra s filiação do viajante (não consta os nomes dos pais). Por isso, os menores de idade, viajando ou não acompanhados dos pais, além do passaporte válido, também deverão apresentar no check in, o RG ou Certidão de Nascimento original. Isso é necessário para confirmar a paternidade do menor.

Vacinas

– É obrigatória a apresentação do comprovante internacional de vacinação contra a Febre Amarela (tirada com no mínimo 10 dias antes do embarque).

  • Covid 19.

Destaques

Argentina: De Buenos Aires à Patagônia

Buenos Aires, Ushuaia, El Calafate, El Chalten, Península Valdez, Mendoza e muito mais.. roteiros personalizados de acordo com perfil do viajante!

Jalapão Safari Camp

Conheça as águas do Jalapão, incríveis cachoeiras opte por um roteiro diferenciado!

Carnaval Costa Rica – 2022

Experiência de Viagem à Costa Rica - flora exuberante e natureza plena!

Serra do Cipó Light – Rios, Cachoeiras e Sítios Arqueológicos

Santuário de biodiversidade Serra do Cipó, localizada na Serra do Espinhaço a 100km de Belo Horizonte, vem com a gente!

Rota das Emoções – Lençóis Maranhenses, Delta e Jericoacoara

Impressionante viagem por uma das mais singulares regiões do globo, a Rota das Emoções – Jeri, Delta e Lençóis.

Traduções »